Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 9, 2022

Suzana Pires lança livro "Dona de Si"

Ana Paula Araújo, Suzana Pires e Carol Barcellos Criadora do conteúdo e do método de empoderamento das mulheres "Dona de Si", Suzana Pires é hoje uma voz potente sobre a luta feminina por igualdade na sociedade, em especial, no mercado de trabalho. De coluna, Dona de Si tornou-se uma marca, alinhada com as ações de diversidade, inclusão e empatia e é licenciada como texto semanal para a revista Vogue Brasil, como artigos femininos para diversas marcas; além da plataforma Dona de Si, rede de negócios entre mulheres. O braço de responsabilidade social tem suas ações através do Instituto de mesmo nome, um acelerador de talentos femininos. E para comemorar, 4 anos de aceleração de talentos femininos com o método, Suzana lançou, nesta terça-feira, 8, no Dia Internacional da Mulher, o livro de sua autoria “Dona de Si”, pela editora DVS. “Dona de Si não é um livro biográfico. Ele é a explanação do método Dona de Si para que cada mulher se torne empreendedora da própria vida. E a c

Rio de Janeiro ganha galeria dedicada exclusivamente às artes digitais

A Galeria 78 será inaugurada nesta quarta-feira, 9, na sede do estúdio SuperUber, na Gamboa, com a mostra "Still Here" ,  um projeto de mídias imersivas, lançado no Festival Sundance, sobre o impacto das prisões de mulheres nos Estados Unidos. Dirigido por Zahra Rasool (foto)  para a AJ Contrast, segmento digital da Al Jazeera, os filmes em Realidade Virtual e Realidade Aumentada revelam que a população carcerária feminina é a que mais cresce nos Estados Unidos: são cerca de 2.879.000 mulheres encarceradas por ano. Acompanhando a exposição, será exibido o primeiro episódio da série "Eu, Preso", de Paula Sachetta , sobre o encarceramento de mulheres nos presídios brasileiros. Aqui, mais de 80% das detidas são mães.  “A Al Jazeera tem tradição de produzir jornalismo de qualidade e apresentá-lo de forma original. AJ Contrast é a prova disso. No Brasil, associamos VR e AR principalmente aos games. Existem conteúdos jornalísticos extremamente relevantes que podem ser pro