terça-feira, 31 de agosto de 2021

Bossa Nova Mall anuncia Marcelle Carvalho como nova superintendente

Marcelle Carvalho assume a superintendência do Bossa Nova Mall. Com experiência de quase 20 anos na área, a executiva chega ao shopping center com sua visão estratégica para dirigir o time de Marketing, Operações e Comercial, oferecendo experiências memoráveis aos públicos do empreendimento e reforçando o relacionamento do centro de compras e lazer com clientes, lojistas e a comunidade do centro do Rio de Janeiro.

Revista Justiça & Cidadania

Fundada em 1999, a Revista Justiça & Cidadania é um canal de comunicação e fortalecimento do Poder Judiciário brasileiro. São duas décadas de atividade jornalística – com artigos e reportagens sobre os vários ramos do Direito – que tornaram a Revista JC reconhecida como fonte confiável de informações doutrinárias e de atualização jurisprudencial. A Revista é mensal e traz as últimas novidades, decisões e artigos sobre os mais diversos assuntos do Direito.  “A cada nova edição, trabalhamos para realçar o papel da Justiça e proporcionar amplo debate sobre os direitos da cidadania, com a participação de alguns dos mais importantes pensadores do cenário jurídico nacional”, ressalta Erika Branco,  diretora de redação da Revista e sócia-diretora da Editora JC.

Manoel Thomaz Carneiro ministra palestra "Volta Sem Revoltas, O Detox Do Recomeço", no Village Mall

O psicanalista e psicofísico Manoel Thomaz Carneiro, apresentou a palestra “Volta sem revoltas – O detox do recomeço”,  no Lounge MultiVocê, do Shopping VillageMall. No final do evento, Manoel deu seu grito de guerra "Ha", trazendo a energia de um novo recomeço. O evento foi exclusivo para clientes do programa de relacionamento e convidados do Village Mall.

Sucesso nos anos 2000, A Cera, da banda O Surto, volta à cena em trilha sonora de dois filmes nacionais

Os filmes, “A menina que matou os pais” e “O menino que matou meus pais”, estreiam dia 24 de Setembro pela plataforma Amazon Prime Vídeo e serão exibidos em mais de 240 países. Os longas contam a história real do assassinato do casal Richthofen. Há dois anos, a banda O Surto foi procurada pela produção do filme para a liberação da música para a trilha sonora, a liberação foi dada, mas o lançamento dos filmes nos cinemas, precisou ser adiado devido a pandemia. Os filmes estão com estreia marcada e o retorno da banda também, os fãs podem acompanhar as novidades através do Instagram da banda @osurtooficial .

Ministra Grace Mendonça lança "Democracia: Substantivo Feminino"

A Ministra Grace Mendonça, primeira mulher a assumir o posto de Ministra Chefe da Advocacia-Geral da União, está lançando o livro "Democracia: Substantivo Feminino" (Grupo GEN / Editora Forense). A obra foi escrita em conjunto com outras 17 autoras e traz análises e reflexões sobre a democracia brasileira. O livro destaca como as mulheres podem dar sua parcela de colaboração para o debate, compartilhando experiências e percepções em torno dos avanços democráticos conquistados ao longo da história recente do Brasil. Ontem e hoje, das 18h às 19h30, acontece um simpósio online, gratuito, com a participação da Ministra e das autoras. A transmissão acontece pelo canal do GEN Jurídico no YouTube.

Império Serrano leiloa fantasia e ingressos vitalícios do carnaval em NFT

Tradicional do Rio de Janeiro, o Império Serrano inova e é a primeira escola de samba do mundo a entrar no mercado de NFTs (tokens não fungíveis). A ação é realizada pela Abrakazum, dos sócios Juno Moraes, Kelpo Gils e Raphael Lós, em parceria com a empresa canadense UREEQA. A agremiação de Madureira vai tokenizar uma fantasia vitalícia em um de seus carros alegóricos, quatro ingressos vitalícios para o carnaval, a bandeira da porta-bandeiras do desfile de 2022 e uma Criptoarte em 3D, em um único e exclusivo NFT, um novo formato de “produto” digital intercambiável baseado na tecnologia do blockchain. O valor inicial do leilão é de R$ 100.000.00, ou, na cotação atual, U$S 20.400,00 e estará disponível a partir do dia 01 de setembro no site https://www.abrakazum.com.br/imperio.

“O Império tem uma tradição vanguardista no Carnaval. Foi a primeira escola de samba a desfilar com samba enredo, a primeira a ter comissão de frente, a primeira a desfilar com destaque, a primeira a ter um clube de futebol, entre outras inovações. Estamos muito felizes em entrar mais uma vez para a história do Carnaval com essa ação”, conta José Luiz Escafura, Diretor Executivo do Império Serrano.

 

A paridade de gênero

Ana Tereza Basílio, vice-presidente da OAB-RJ, vai receber para live hoje, às 19h, a presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB-RJ, Ivone Ferreira Caetano (Doutora Honoris Causa). O tema do encontro virtual, pelo Instagram de Ana Tereza Basílio, é A paridade no gênero e a Igualdade Racial no Sistema OAB. Também hoje, às 17h, Ana Tereza Basílio coordenará, junto com Marisa Gaudio, o seminário virtual Mulheres de Ordem, pelo youtube Oabrjoficial.

Artista Azol apresenta exposição multimídia com curadoria de Marcus de Lontra Costa

Artista multimídia que sempre empregou a variedade de plataformas a favor da criatividade, Azol recorre a linguagens distintas para revelar um sertão mágico na exposição “O Sertão Virou Mar”. Através de fotomontagens, pinturas e uma videoinstalação, ele vislumbra este mundo utópico, a partir do dia 9 de setembro, no Centro Cultural Correios RJ.

Morando há quase 30 anos em São Paulo, Azol nasceu no Rio Grande do Norte e tem o sertão no DNA, enraizado nos seus antepassados - pais, avós, bisavós -, todos oriundos de lá. É tema recorrente dos seus trabalhos: já inspirou muitas telas e rendeu um acervo com mais de 6.000 fotografias, registradas em duas longas incursões pela rota do cangaço, quando realizou laboratórios e pesquisas. Há alguns anos, fez uma curadoria que resultou numa seleção de 60 fotos, matriz para suas primeiras fotomontagens unindo fotografia e pintura, instigado pelo historiador Marcus de Lontra Costa, curador de “O Sertão Virou Mar”.

O intuito, introduzir elementos dramáticos à narrativa, gerando imagens que remetem ao realismo poético.

Teatro Riachuelo recebe Carnaval do Coreto a partir de hoje

Uma das mais aguardadas e populares festas brasileiras, o Carnaval está no ar – literalmente. O “Carnaval do Coreto” acontece diretamente do palco do Teatro Riachuelo, na segunda edição do seu Carnaval Virtual, a partir de hoje reunindo três momentos de celebração à festa: três lives com apresentação de oito blocos carnavalescos; um bate papo com outros 13 blocos, e ainda um debate com agentes e fazedores envolvidos na maior festa de rua do mundo. Com transmissão gratuita através do YouTube do Coreto e do Teatro Riachuelo- https://www.youtube.com/somoscoreto  e www.youtube.com/TeatroRiachueloRIo , o evento contará com um QR Code para arrecadar recursos destinados aos componentes dos blocos que, devido à pandemia de Covid-19, não puderam desfilar este ano.

Artista mineiro Gui Mazzoni apresenta trabalho fotográfico na linha do Abstracionismo

Utilizando duas ferramentas da fotografia para a criação, Gui Mazzoni apresenta, a partir do dia 9 de setembro, sua individual “IN.Visível Sagrado”, no Centro Cultural Correios RJ. A primeira, denominada de “Sonofotografia” (trabalho autoral do artista que cria imagens do seu próprio corpo, não reconhecíveis, em vias da técnica de ultrassonografia) permite a ampliação do olhar estético diante da estrutura humana interna. Já a segunda, “Fotorecorte”, é uma sequência de fotos que atuam no frame do real. Por meio de aparato tradicional, como câmeras, as fotos são capturadas para posteriormente serem alteradas no computador, em uma busca pela subversão da técnica.  Composta por 20 quadros fotográficos e quatro impressões transparentes em tecidos, em alta resolução, presas do teto ao chão da sala, simulando a ideia de quatro pilastras e/ou quatro pórticos de quase quatro metros – a exposição totaliza 24 obras no espaço expositivo. As grandes dimensões das obras têm o propósito de ampliar a sensação de sublime e sagrado do não-visível, da vida que acontece nas “pequenezas”, contendo uma simbologia importante na vivência da contemporaneidade.