terça-feira, 9 de março de 2021

Isabella Taviani se apresenta no Tom Brasil

O Tom Brasil inicia 2021 com o novo show de Isabella Taviani, dia 13, trazendo as canções de seu trabalho mais recente, o CD "A máquina do tempo". A cantora vai se apresentar acompanhada de banda, com a direção musical de Marco Brito. No repertório da noite, as músicas de "A máquina do tempo" acompanhadas dos clássicos ‘Luxúria’, ‘Canção que faltava’, ‘De qualquer maneira’, Último grão e ‘Estrategista’. Tudo isso em meio a um cenário com conceito psicodélico retrô-contemporâneo com concepção de Ronaldo Lessa, Marcelo Cordeiro e Cenoart, e design de luz de Marcelo Cordeiro.

Saturnino Braga aplaude decisão de Fachin

Presidente do Centro Celso Furtado, o ex-senador Saturnino Braga aplaudiu a decisão do ministro Edson Fachin, do STF, de anular as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nos casos do tríplex do Guarujá e do sítio de Atibaia.

"Essa segunda-feira foi uma data histórica. Além da comemoração pelo Dia Internacional da Mulher, eu comemorei por ter tomado a segunda dose da vacina contra o Covid-19 e, também, pela vitória da defesa de Lula. Foi uma decisão histórica", afirmou Saturnino.
Para o ex-senador, a decisão de Fachin mudará os rumos do Brasil.
"O bolsonarismo vai perder força . Lula é, no momento, o maior líder do Brasil. E foi vítima de grande injustiça. Bolsonaro está aí. Com acusações contra seu filho Flávio. Que comprou uma casa de seis milhões de reais. Um absurdo. Aconteceram muitos abusos do juiz Moro contra Lula. Agora, muita coisa errada virá à tona", disse.
Agora que já tomou as duas doses da vacina, Saturnino Braga, que fará 90 anos em setembro, pretende voltar a trabalhar presencialmente para resgatar o trabalho na presidência do Centro Celso Furtado.
"Estou atrás de apoio cultural para ajudar o Centro Celso Furtado a publicar livros e promover eventos. Tomara que eu consiga", concluiu.

Mauro Marcondes participa do "Papo em Pauta" do professor Zé Arnaldo

No próximo domingo, dia 14, às 20h, Mauro Marcondes é o entrevistado no "Papo em Pauta", série capitaneada pelo professor Zé Arnaldo no canal do mestre no youtube.  Formado em Letras, o  professor é  um apaixonado pela música brasileira de qualidade, e tem realizado inúmeros bate-papos com artistas. Na oportunidade, o artista apresenta alguns vídeos gravados recentemente, às vésperas da pandemia, na Casa do Choro, na cidade do  Rio de Janeiro. O link para acesso éhttps://www.youtube.com/profzearnaldo.


Lupi pede interdição de Bolsonaro

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e o vice-presidente do partido, Ciro Gomes, entraram com representação e pedido de interdição do presidente Bolsonaro na Procuradoria-Geral da República (PGR). "A ação foi motivada pela gestão negacionista , obscurantista e genocida do presidente da República, que tem agravado ainda mais a crise sanitária do Covid-19"- disse Lupi.  

Sobre a decisão do ministro Edson Fachin, de anular as condenações do ex-presidente Luiz Ignácio Lula da Silva nos casos do triplex do Guarujá e do sítio de Atibaia, o presidente nacional do PDT disse que a decisão foi importante para a democracia.  Mas, "o futuro é Ciro, não Lula"- afirmou. 

Nova onda de lockdowns e espera pela vacina aumenta a procura por terapias naturais

Devido a nova onda da COVID 19, momento de lockdown e espera pela vacina, é comum o aumento da ansiedade em pessoas que já sofrem com este desequilíbrio emocional, além do surgimento da doença naquelas que nunca tiveram nenhum sintoma.

Segundo dados publicados pela OMS, o Brasil é o país mais ansioso do mundo. São quase 19 milhões de pessoas com a doença. O mesmo estudo comprova que, durante a pandemia, o quadro de muitos ansiosos se agravou, isso se confirma em uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) que aponta 80% da população brasileira mais ansiosa na pandemia.

Existem hoje, muitas terapias complementares e, naturais, que podem ajudar a reverter a doença. Entre elas, está a terapia floral, que ficou ainda mais conhecida e procurada durante o isolamento social devido seus diversos benefícios para a saúde emocional. A terapeuta floral e aromaterapeuta, Márcia Rissato, explica que os florais não visam combater as doenças e nem alteram as situações reais, mas disponibilizam uma atitude de enfrentamento diferente diante dos desafios cotidianos. 

MEDO DE CONTRAIR O VÍRUS 

Márcia Rissato: Desde o início da pandemia este sentimento está aflorado no mundo. É comum, em especial para as pessoas de grupo de risco. “Indico o combo de Florais de Bach Originais para os medos (Mimulus + Red Chestnut). Também vale investir nos aromas cítricos, que também ajudam nesta finalidade”, afirma Márcia.

TRISTEZA SEM MOTIVO

Márcia Rissato: A melancolia tira das pessoas a vontade de viver. É preciso estar atento porque, com o tempo, a tristeza pode avançar de estágio, e se tornar uma depressão. O Floral de Bach Mustard alivia esse sentimento, ele deixa os dias mais positivos.

SOFRIMENTO POR ANTECIPAÇÃO

Márcia Rissato: "Será que vou mesmo conseguir me vacinar?", "Será que meu corpo vai reagir bem?" O floral de Bach White Chestnut ajuda a controlar a preocupação antecipada. Acalma a mente dando espaço para traçar metas futuras.

FALTA DE SONO

Márcia Rissato: O Rescue night é o floral de Bach original mais famoso por aquietar a mente. Respiração e mente tranquila são o segredo pra dormir em paz e ter um dia produtivo.

COMO USAR OS FLORAIS? 

Márcia Rissato: Pingue 2 gotas da essência escolhida em uma garrafa de água e beba ao longo do dia. Reabasteça apenas com água (sem repor os florais) antes de esvaziar completamente o recipiente. Se preferir, adicione as gotinhas ao suco e tome de uma vez.