sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Cota Azevedo apresenta sua primeira individual que conjuga pintura e poesia no Centro Cultural Correios

Artista e jornalista, Cota Azevedo desenvolve um trabalho que dialoga entre as “artes-irmãs”: pintura e poesia. Em Sopro (s)sua primeira individual, o ponto de partida para a criação são aldravias, formas poéticas minimalistas de seis palavras, seis versos e nenhuma pontuação, das quais ela se apropria, como fagulhas criativas, construindo a partir de suas leituras um outro espaço, a pintura. A individual de Cota inaugura no 3 de fevereiro, no Centro Cultural Correios RJ, sob curadoria de Edson Cardoso. Todo o trabalho deste acervo se baseia na investigação da transposição do escrito para o visual e vice-versa, em um jogo intersemiótico, não literal, nos quais as subjetividades das palavras aliadas aos elementos figurativos pictóricos permitem criar narrativas inventadas. Ela utiliza as técnicas de pintura a óleo, pastel e acrílica e apresenta 18 telas, em formatos que vão de 50 x 50cm a 156 x 116cm. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário