terça-feira, 30 de outubro de 2012

O Rio bomba, mas o dinheiro continua em Sampa

A Feira de Turismo das Américas encerrou a sua 40ª edição em tom de desafios vencidos. Nos três dias de evento, de 24 a 26 deste mês, a capital fluminense foi palco de bons negócios, capacitações, análise de tendências da atividade turística e networking, reunindo 26.039 participantes, recorde histórico de todas as edições anteriores, e 5.019 expositores em 448 estandes. Este ano, diversas novidades foram implantadas na maior feira de turismo do continente americano, visando o resgate dos valores comerciais do evento. As rodadas de negócios nacionais e internacionais , organizadas pelo Sebrae e Embratur, contribuíram com a movimentação de negócios. Segundo dados oficiais, foram fechados contratos de cerca de R$ 6 milhões, em reuniões entre empresas (suppliers) e operadores (buyers), “que vão compor novos produtos dos destinos brasileiros”, observa Alessandro Macedo, vice-presidente de Marketing e Eventos da ABAV.
Só que:  A ABAV  começa agora um novo ciclo. De 2013 a 2015 o evento será realizado em São Paulo, no Centro de Convenções do Anhembi. A decisão foi baseada em um estudo técnico que apontou que o nível de negócios em São Paulo é mais favorável para expositores e visitantes. O Rio lamenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário