quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Servidores públicos são impedidos de acompanhar em tempo real o julgamento do mensalão

O pessoal do serviço público que deseja acompanhar em tempo real o julgamento do mensalão está enfrentando problemas: a presidente Dilma "ordenou" que nenhum servidor do executivo federal acompanhe as sessões no STF na hora do expediente. Seja por celular, internet ou na própria TV-Justiça. quem deu o recado foi o ministro da secretaria-geral, Gilberto Carvalho. Dilma vem adotando o discurso de que a administração não pode parar por causa do mensalão.
- A ordem da presidenta é para que ninguém perca um minuto do seu trabalho vendo ou acompanhando o processo - salientou o ministro. Ponderou, contudo, que as ordens de Dilma não se estende às horas vagas. Caramba, ainda bem. Pelo menos assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário