Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 9, 2022

Péricles apresenta para o público carioca a turnê “Tô Achando Que é Amor”

No próximo dia 18, às 22h30, o cantor Péricles sobe ao palco da casa de shows Ribalta para apresentar ao público carioca o show “Tô Achando Que é Amor”.  A turnê foi lançada em agosto de 2020, o álbum de mesmo nome contou com 15 músicas inéditas, duas regravações (Anavitória/Vitor Kley e Ara Ketu) e a participação especial do rapper Projota . Com mais de 600 milhões de visualizações no YouTube, 2.17 milhões de inscritos no seu canal oficial, 4.6 milhões de seguidores no Instagram, 3 milhões de ouvintes mensais no Spotify, 1.3 milhões de seguidores no Tiktok (o cantor de samba/pagode mais seguido na plataforma), 28 projetos musicais (entre álbuns, ep´s e audiovisuais) lançados, mais de 15 milhões de discos vendidos e milhões de streamings, ao longo dos seus 35 anos de carreira, Péricles é o grande porta-voz do mais brasileiro dos ritmos: o samba e o pagode. No espetáculo, o artista mostrará o repertório do seu novo projeto e outros grandes sucessos de sua carreira, são eles: "Pupi

Livro conta a vida de Flávio Cavalcanti, um dos maiores apresentadores da televisão brasileira

Um livro que é um relato apaixonado de quem acompanhou o apresentador por uma vida inteira e que nos leva a entender com detalhes Flávio Cavalcanti, a mente brilhante, criativa, batalhadora e controversa que comandou programas de rádio e de televisão entre as décadas de 1950 e 1980. Esse é "Senhor TV – A vida com meu pai, Flávio Cavalcanti" (Matrix Editora), escrita por seu filho, Flávio Cavalcanti Junior que, além de ter trabalhado muito com pai, tornou-se um executivo de sucesso na área de comunicação. “O livro busca desvendar como funcionava a cabeça do meu pai, suas ideias, sua coragem, suas aparentes contradições e seu refúgio junto a família”, diz o autor. “Nossos comerciais, por favor”, “Um instante, maestro!” são uns dos mais famosos bordões televisivos, criados por esse gigante da TV, um dos grandes comunicadores brasileiros – ao lado de Chacrinha e Silvio Santos – e símbolo de uma época. Seu diferencial era o estilo polêmico, que ele cultivava com gosto, e que lhe