Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 24, 2016

Um grão de areia

Hoje decidi falar de proporções. Sim, as que damos aos nosso problemas. Seriam eles maiores ou menores do que estamos enxergando? Bem verdade é que ao avistá-los eles são monstruosos. Tão grandes que a gente fica sufocado com sua imensidão. E aí parece que só os enxergamos e tudo o que se tem a fazer é atacá-los com  nossa máxima força. Se for no campo sentimental, então, sai da frente. A gente vê o lado de lá nebuloso e se sente pequena diante da impotência da não-resolução. E ferve por dentro. Igual a um caldeirão. Porque a vontade que se tem é a de matar o outro. Metaforicamente. Mas de arrasar. Esquartejar o inimigo. Sem medo de carregar na tinta.É preciso expulsar  o que se sente de ruim dentro de nós. E a nossa defesa é sair vomitando tudo. Mas nada como um dia após o outro. O tufão vai virando vendaval e os ventos começam a soprar a nosso favor. E você vê que o que antes o incomodava imensamente, ou seja, quase te engolia de tanta tristeza e decepção, agora não te incomoda