Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 28, 2015

Jornalista lança biografia espírita

Depois de  viver a experiência de publicar, em 2013, o livro de contos Meninas de 30 , a jornalista e escritora  Roberta de Souza , se aventura por novos caminhos. Ela  apresenta ao público, o livro Morgana da Figueira do Inferno , publicado sob o selo da Editora Muiraquitã , biografia espírita ditada pela pombogira Morgana da Figueira, através da médium Cristina Lima . Morgana da Figueira abre sua história e divide com o leitor sua trajetória: ser humano (sua última encarnação na Terra), um ser das trevas, da luz e por fim uma guerreira espiritual. Encarnou, caiu, levantou, aprendeu e cresceu. Na obra o leitor encontrará a história de um ser que viveu, desencarnou, lutou, caiu, cresceu, fez suas escolhas e, hoje, caminha na Umbanda. Ao escrever o livro, Roberta  deixa bem claro que não pretende doutrinar ou dizer que esta verdade é a única. A intenção é registrar e dividir com os leitores uma linda e verídica história. Editora:  Editora Muiraquitã - 117 páginas - Preço: R$ 30,00

Laureados

A Câmara Municipal de Nova Friburgo realiza, nesta quinta-feira, 29, reunião solene em comemoração aos povos formadores de Nova Friburgo. Serão condecorados com a Medalha Somos quem Fomos , cinco autoridades internacionais: o Embaixador da Hungria, Norbert Konkoly, o Cônsul-Geral de Angola no RJ, Rosário Ceita,  o Cônsul-Geral do Líbano no RJ,  Ziad Itani, o Cônsul-Geral da Espanha no RJ,  Manuel Salazar Palma , e o Cônsul do Japão no RJ, Ryuichi Sasaki .

Zeca Pagodinho cira Rei do Samba na Terra do Tio Sam

Zeca Pagodinho  acaba de conquistar o coração de vários brasileiros e americanos que estiveram no The Fillmore Miami Beach , na Flórida, onde o artista se apresentou pela primeira vez, e no Melrose Ballroom, em Nova York. O sambista que já foi record de público no Brazilian Day , em 2013, lotou os dois lugares com as apresentações do show Ser Humano . Com um repertório composto por músicas do CD que dá nome ao show e sucessos que marcaram seus 30 anos de carreira, Zeca , acompanhado pela Banda Muleke, animou o público que cantou e sambou durante os espetáculo.  Sambas como  “ Vai Vadiar”, “Coração em Desalinho”, “ Verdade”, “Deixa A Vida Me Levar”, “Ser Humano”, “Mangas e Panos”, entre outros, formaram a trilha sonora das noites do dias 23 e 25 de outubro nos EUA e com isso , por lá ele ganhou dos jornais o título de “Rei do Samba”. De volta ao Brasil, Zeca Pagodinho retoma sua agenda de shows. No dia 13/11, se apresenta na quadra da Mocidade Independente de Padre Miguel, dia 6/1