terça-feira, 3 de novembro de 2020

Prefeitura do Rio publica livro de profissionais da Rede Municipal de Ensino sobre suas memórias de cinema

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Educação, acaba de  lançar  o livro digital “Cinema e memória: meu filme de afeto”, uma coletânea de textos de profissionais da Rede Municipal de Ensino sobre suas lembranças provocadas por um filme especial. São 80 histórias pessoais organizadas pela Gerência de Leitura da SME a partir de uma seleção ocorrida entre junho e agosto de 2020. Os escritos foram escolhidos por uma comissão de professores e jornalistas dentre 428 histórias recebidas. O prêmio contou com o apoio de personalidades como a escritora Nélida Piñon, da Academia Brasileira de Letras, o cineasta Cacá Diegues e o ator e diretor Ary Coslov, entre outros. Dos melhores, 10 foram premiados com kits de filmes em DVDs. Está disponível na Sala de Leitura Virtual das plataformas SME Carioca 2020 e Escola. Rio e também no site www.rio.rj.gov.br/web/rioeduca.

Mercado Imobiliário é atrativo em época de pandemia

Por causa da pandemia e de outros fatores, que provocaram a queda dos juros, muita gente esta comprando imóvel  seja  para investimento ou para uso próprio.

“De acordo com especialistas, o momento atual é o mais propício para se comprar um imóvel “, afirma Claudio Castro.
A superintendente da Sergio Castro Imóveis, Lucy Dobbin revela que em julho, agosto e em setembro a empresa teve bons resultados nas vendas.

“Muitos guardavam dinheiro no banco para viver de renda. Agora, que a renda fixa caiu, preferem comprar imóveis”, conclui a executiva.

Teatro Sem Bolso de Ana Beatriz Nogueira apresenta “O Diabo em Mrs Davis”

O Teatro Sem Bolso, espaço criado pela atriz e diretora Ana Beatriz Nogueira em sua própria casa para transmissão ao vivo de peças teatrais e shows musicais via streaming, apresenta nos dias 08 e 22 de novembro a peça “O Diabo em Mrs. Davis”, com a atriz Andrea Dantas, e direção de Aloisio de Abreu.

Eternizada na memória do público em filmes como “A Malvada” e “O Que Terá Acontecido a Baby Jane”, a atriz, vencedora de dois Oscars e indicada onze vezes, é aqui retratada em seu lado menos conhecido, uma Bette Davis humanizada, que revisita com olhar crítico e fina ironia a sua história.