sexta-feira, 15 de junho de 2018

No Brasil, Colégio Marista cria Copa do Mundo e faz apelo pela causa dos refugiados

Há crianças que nunca foram à escola. Um farol de esperança está na educação e no esporte. Atentos a esse drama mundial, pais, estudantes, professores e funcionários do Colégio Marista São José – Tijuca, criaram uma Copa do Mundo. Neste sábado (16), às 9h30, eles entram em campo para um ato pelos refugiados da guerra civil na Síria. Cada time representa um país da Copa da Rússia 2018. Todos uniformizados, divididos em equipes por faixa etária.