terça-feira, 1 de agosto de 2017

Lázaro Ramos participa do Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras

Luiz Miranda, Lázaro Ramos, Zebrinha e Elisio Jr.
A  4º edição do Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras foi mais que uma festa, com elenco de primeira grandeza, levou para o palco do Teatro Rival, no centro do Rio,  Madame Rosê, magistral interpretação de Rosa Marya Colin, que abriu as portas do “Cabaré dos Nossos Sonhos”, ao lado de Lolô Angolana, encenado pela atriz angolana Heloísa Jorge, Lili Tomba Tudo, ganhou a plateia com Lellêzinha - vocalista do Dream Team do Passinho. Naná Baiana, representado pela Ariane Souza e o personagem Souvenir, composto por Orlando Caldeira, receberam com toda pompa e circunstância. E o  Rival se transformou em um cabaré com uma cerimônia inovadora. A  entrega dos prêmios veio em um formato de um espetáculo. Concebido pelo Diretor Artístico, roteirista e dramaturgo Elísio Lopes Jr., que trouxe leveza para um protocolo muitas vezes cansativo e monótono. Na plateia Luiz Miranda, Lázaro Ramos entre outros. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário