quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

33 Variações faz segunda sessão para convidados, no Rio

Wolf Maya e Christiane Torloni
Nathalia Timberg e Wolf Maya  fizeram, nesta terça-feira, 16,  no Teatro Nathalia Timberg, a segunda  sessão especial para convidados da peça “33 variações”.
Considerado um dos mais importantes textos da dramaturgia mundial, escrito pelo venezuelano Moisés Kaufman, a montagem fez sucesso na Broadway e marcou a despedida de Jane Fonda há oito anos, em Nova York.
Além de atuar, Wolf assina a direção do musical erudito que conta como aconteceu a criação das 33 Variações, considerada uma obra prima de Beethoven.  A peça conta a história de um compositor medíocre do século XIX que escreveu uma valsa e a entregou para alguns artistas fazerem variações dela. O único que não aceitou foi Beethoven, mas não se entende por que ele acabou dizendo para ninguém mais trabalhar a valsa, se ele próprio o faria. Foi então que surgiram as 33 variações da composição, por Beethoven. A história da peça é justamente sobre o que o levou a transformar uma valsa medíocre em algo tão genial.
Nathalia Timberg interpreta uma musicóloga que tenta descobrir a verdade por trás das 33 variações sobre uma valsa composta por Beethoven quando ele começou a ficar surdo. Fotos Cristina Granato

Nenhum comentário:

Postar um comentário