terça-feira, 22 de setembro de 2015

8º Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa

Mais de 10 mil pessoas de diferentes credos fizeram um ato na Avenida Atlântica, em Copacabana, no último domingo, 20,  durante a 8º Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa. A Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) vem chamando à razão da sociedade para o perigo de uma ditadura religiosa em um país como o Brasil, que é diversificado, repleto de crenças e laico. A Comissão, agora mais do nunca, mostra que, independente de crenças, todos são iguais. Representantes do candomblé, umbanda, católicos, budistas, muçulmanos, judeus, wiccanos, hare krishnas, ciganos, dentre outros se fizeram presentes. Além de novos adeptos como mórmons e bases evangélicas.
O dia começou às 9h, com café da manhã, no CIB - Clube Israelita Brasileiro, com vários líderes religiosos. Mais o ponto alto ficou por conta da assinatura do termo de compromisso, de apoio e suporte a grupo de policiais militares cariocas, que são seguidores das religiões de matrizes africanas, nos moldes do NAFRO, já instituído em SP e Salvador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário