quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Tiroteio obriga estudantes do Rio a deitarem no chão da escola

Enquanto os governos municipal, estadual e federal se escondem atrás da Copa de Mundo, enquanto tentam com apoio de alguns segmentos da mídia transformar as reivindicações dos professores do Rio de Janeiro em coisas sem importância e promovida por baderneiros, a real situação das escolas publicas do estado e município é bem pior do que se pode imaginar. Ontem um grupo de alunos, estudante do 7° ano de uma escola na Favela da Maré, foi obrigado mais uma vez a deitar no chão diante de mais uma troca de tiros. Tem sido assim há dias e as autoridades não tomam nenhuma atitude, nem se manifestam diante dos inúmeros pedidos dos profissionais que lá atuam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário