quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Adiamento definitivo da entrada em vigor do Acordo Ortográfico decepciona ABL

O adiamento para 2016 da definitiva entrada em vigor do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa frustrou o projeto da Academia Brasileira de Letras,  de desenvolver um amplo movimento para que o idioma passasse a ser adotado como língua de trabalho oficial na Organização das Nações Unidas. A Diretoria da ABL, em sua primeira reunião deste ano, divulgou nesta, quarta-feira, 23, nota lamentando a decisão e afirmando que, nos primeiros dias de 2013, tão logo a obrigatoriedade da unificação ortográfica passasse a vigorar plenamente, levaria essa demanda também a todos os organismos internacionais. Ainda segundo a nota, não haveria mais desculpas para que os fóruns oficiais de política exterior continuassem a passar ao largo de um idioma de mais de 260 milhões de falantes, a pretexto das discrepâncias de grafia entre os países que compõem seu universo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário