sexta-feira, 6 de julho de 2012

O sapo que virou príncipe

"Prince Charles"  foi o nome dado a uma nova espécie de anfíbio encontrada nas florestas do Equador. A  homenagem foi um reconhecimento  ao trabalho do herdeiro do trono britânico em favor da conservação das florestas tropicais.  Hyloscirtus princecharlesi é o nome científico dado a uma nova espécie de sapo, descoberto em 2008, nas florestas do Equador, América do Sul. Estes anfíbios  tem olhos grandes e almofadas na ponta dos dedos que lhe permitem subir em árvores e seguir em pequenos ramos, e sua pele, coberta com pontos laranja impede a ação dos predadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário