quinta-feira, 28 de junho de 2012

CPI do Trabalho Escravo chama diretores de lojas

Cinco diretores de grandes lojas varejistas – Gregory, Lojas Pernambucanas, C&A, Marisa e Zara – prestaram esclarecimentos, nesta quarta-feira, 27,  à CPI do Trabalho Escravo, na Câmara. As marcas foram envolvidas em casos e denúncias de trabalho análogo à escravidão nos últimos anos. Em seus depoimentos, todos os representantes das empresas defenderam que não podem ser responsabilizados pelos problemas na produção, uma vez que compram as peças prontas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário