quinta-feira, 28 de junho de 2012

Brasil Carinhoso-Primeira Infância

Perto de 2,7 milhões de crianças que "vivem" em extrema pobreza no país terão melhor qualidade de vida com os primeiros beneficios da ação do Brasil Carinhoso-Primeira Infância. Quem garante a boa nova é a ministra do Desenvolvimento Social e combate à fome, Tereza Campello. Os recursos foram ampliados, por meio de prorjeto, para a bolsa família. Estimativas do governo apontam para uma redução em torno de 40% na extrema pobreza no Brasil e em 62% a da primeira infância. O programa lançado em maio beneficiará 2 milhões de famílias vivendo com renda per capita inferior a 70 reais por mês e que tenham crianças de até 6 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário