quarta-feira, 30 de maio de 2012

Pesquisador cria capacete que pode salvar vidas

Os índices de crescimento no número de mortes em consequência de acidentes com motocicletas são alarmantes no país. Dados do Ministério da Saúde mostram que nos últimos nove anos, os óbitos ocasionados por ocorrências com motos mais que triplicaram na Região Sudeste, saltando de 940, em 2002, para 2.948, em 2010. Só no Rio de Janeiro, o número passa de 500 vítimas fatais em 2010. Uma pesquisa inovadora pode diminuir estes dados. O pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro, professor Renato Rozental, criou um capacete capaz de reduzir as lesões cerebrais em caso de acidentes. O equipamento, que resfria o cérebro e pode evitar lesões mais graves, faz parte do projeto Bioinovar, que será o maior complexo de pesquisas na área de biotecnologia do Brasil e o único no Rio de Janeiro com o desenvolvimento de projetos pioneiros nas áreas médica, farmacêutica e de sustentabilidade socioambiental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário