segunda-feira, 16 de abril de 2012

Seguro morreu de velho?

Enquanto cumprimentava as pessoas, neste domingo,  na Praça da Concórdia, em Paris, Nicolas Sarkozy tentou, discretamente, esconder seu relógio -  um Patek Philippe todo em ouro branco avaliado em 55 mil euros. Segundo dizem, o relógio teria um valor sentimental muito grande, já que foi um presente dado por sua mulher Carla Bruni, em janeiro de 2008. As línguas afiadas logo se perguntaram se o presidente tentava evitar ser roubado no meio do povo. Em 2002, o  candidato François Bayrou teve sua carteira roubada nas ruas do subúrbio de Estrasburgo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário