sexta-feira, 13 de abril de 2012

Renan Cepeda faz vernissage no Rio

Há exatos 10 anos Renan Cepeda inaugurava uma exposição individual na galeria Anita Schwartz, onde expôs pela primeira vez suas paisagens cariocas feitas em filme infravermelho. A mostra foi um marco para a fotografia brasileira, pois até então nunca um fotógrafo proveniente do fotojornalismo havia entrado no mercado de arte tradicional, como seus colegas pintores ou escultores. A mostra foi um sucesso de público, crítica e vendas, encorajando outros fotógrafos a mostrar seus trabalhos para o mercado, consolidando o espaço da fotografia no cenário das artes visuais no Brasil.  Cepeda seguiu fotografando sua cidade nesta mesma técnica durante esta década. Seu trabalho não é demarcado por "fases", ou seja, sempre que desenvolve uma técnica utiliza sua invenção para sempre. Assim é com as fotografias noturnas em light painting, material super premiado, que hoje é finalista do World Photography Award 2012.
Neste conjunto de 16 fotografias de diversos formatos que apresenta na Galeria Tramas, Renan traz novos pontos de vista da paisagem carioca, em imagens que parecem ter a intenção de deixar velada a época em que foram realizadas, conferindo uma atmosfera de sonho e de atemporalidade, efeitos do filme infravermelho. O artista acredita que vive em uma cidade feia encravada num lugar naturalmente maravilhoso, que nunca vai se deixar dominar. A beleza vencendo o caos, um fenômeno que pretende provar ser possível.
Nesta quinta-feira, 12 ele recebeu amigos familiares durante a abertura da mostra. Fotos Vera Donato
WordPress plugin


Nenhum comentário:

Postar um comentário