quinta-feira, 29 de março de 2012

Rio pagará R$ 200 mil de indenização à viúva de ex-preso político


A viúva de um ex-preso político, durante o regime militar, receberá R$ 200 mil, por danos morais, do estado do Rio. O marido de Olgarina Machado, Walter Machado, delegado de base do Sindicato dos Operários Navais do Rio de Janeiro à época, sofreu tortura física e moral nos porões da ditadura. Segundo os autos, Walter Machado, após ter sido mantido em fila com os demais operários no pátio do Estaleiro Mauá, onde trabalhava, foi chamado nominalmente pelo chefe do serviço pessoal da empresa, a fim de ser encaminhado ao Centro de Armamento da Marinha, permanecendo ali até 27 de abril, sob interrogatório realizado pelas autoridades do DOPS. Após este período, foi conduzido ao Estádio Caio Martins, onde  ficou preso até 21 de maio de 1964.

Nenhum comentário:

Postar um comentário