segunda-feira, 31 de maio de 2021

Homenagem póstuma

O colunista Gilberto Amaral convida os amigos para a missa de sétimo dia que ele e sua família mandam rezar, hoje, às 18h30, na Paróquia de São Pedro de Alcântara, em Brasília, para lembrar de sua irmã, Maria Otília Amaral, que morreu no último dia 25, em São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais.  A cerimônia será presencial e virtual. 

Lançamento da Revista Ecotrabalhista

Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, Ciro Gomes, vice-presidente do partido,  Manoel Dias, presidente da Fundação Leonel Brizola, Everton Gomes, vice-presidente da FLB, e Ivanna Groff, presidente do Ecotrabalhista, vão participar do lançamento virtual da Cartilha Ecotrabalhista, na próxima quarta, dia 2 de  junho, às 19h12, pelo Facebook. Também vão participar do encontro os deputados estaduais Juliana Brizola, do PDT do Rio Grande do Sul, e Goura ( Jorge Brand), do PDT do Paraná, além do ex-deputado federal Nelton Friederich.

Dia dos Namorados na Casa Julieta de Serpa

A Casa Julieta de Serpa lançou cardápio especial para o jantar do Dia dos Namorados, na sexta-feira (dia 11 de junho) e no sábado (dia 12 de junho), das 19h às 23h30. O preço (entrada, prato principal, sobremesa) é de R$ 175 por pessoa. As reservas podem ser feitas pelo telefone (21) 2551-1278 ou pelo zap (21) 99823-0331.

Neto de Golbery revela como o avô ajudou Ivete Vargas a tirar o PTB de Brizola

Em sua tese de doutorado para o curso de Relações Internacionais da PUC-Rio, o sociólogo Golbery do Couto e Silva Neto, que conclui, desde o início da pandemia , a biografia sobre seu avô, conta como o general e ex-ministro de Geisel e de Figueiredo, ajudou a sobrinha de Getúlio, Ivete Vargas, a tirar o PTB (sigla trabalhista  criada por Getúlio Vargas em 1946) de Leonel Brizola, em 1980.

"Meu avô era antigetulista. Em 1954, liderou o Manifesto dos Coronéis. Redigido por oficiais que criticavam a política salarial de Vargas para com a classe militar e que eram contrários ao aumento de 100 por cento no salário mínimo, dado por João Goulart em primeiro de maio.  Vovô foi um grande teórico do golpe militar de 1964. Era anticomunista.  Demitiu-se do governo Figueiredo, por não concordar com ações da extrema direita no caso da bomba do Riocentro (jogada por militares da extrema  direita  em um show com artistas da MPB, em 30 de abril de 1981, no Riocentro), mas ele achava que Leonel Brizola estava ligado a comunistas internacionais. Ligados a Cuba e a Moscou.  Por isso, ajudou a sobrinha de Getúlio Vargas a recriar o PTB.  Com a influência meu avô, Ivete Vargas obteve o registro do PTB ( que hoje está sob posse de Roberto Jefferson e seus seguidores) no Tribunal Superior Eleitoral. A decisão impediu Brizola de retornar à politica através do partido trabalhista criado por Vargas "- lembra o sociólogo e neto do general.

 A tese de doutorado do neto de Golbery tem o título "A influência do golpe militar de 1964 para evitar a terceira guerra mundial.”