quinta-feira, 15 de abril de 2021

Festival Poemúsica com show de Guinga

O Poemúsica, Festival de Bolso de Música Brasileira, está disponível a partir deste mês na internet. Todas as terças e sextas, saem vídeos seguidos de entrevista. Essa semana o Festival contou com a apresentação de Paulo Sabino interpretando Carlos Drummond de Andrade na última terça-feira, e nesta sexta-feira (16), tem show de Guinga. O evento, aprovado em edital promovido pela SECEC RJ, conta com patrocínio da Lei Aldir Blanc, Governo Federal e Governo do Estado do Rio de Janeiro e Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. O projeto tem foco principal nas apresentações em formato intimista (voz e instrumento, em formato solo ou de duo), de nomes com relevância histórica, que contribuíram para que o Brasil e, mais especificamente o Rio de Janeiro, através da bossa nova, entrassem no mapa da música mundial.

Documentário que mostra uma viagem pelos ritmos do mundo chega nas plataformas digitais

“Uma jornada em batimentos”, é como pode ser definido o documentário “Paisagens rítmicas”, que apresenta o músico gaúcho Julio Falavigna, acompanhado de parceiros musicais e de vida. O filme foi dirigido por Le Daros, criador com longa trajetória pelo cenário musical e audiovisual do Rio Grande do Sul. O documentário tem o lançamento digital exclusivo pela O2 Filmes nas plataformas Google, Looke, Now, Vivo e YouTube. Entre os convidados estão Bianca Gismonti, Marcos Dequi Giovani, Zé Natálio, Sri Hanuman, Toti Lima, Fabio Mentz, Jorge Amorim, José Staneck, Frank Colón Vítor Machado.

Pedro Brício, Jefferson Miranda e Maria Padilha apresentam "A Caminho do Jardim para Tchekhov"

O resgate do afeto e a possibilidade de reinvenção humana, mesmo diante de uma realidade conflituosa, é a proposta do novo espetáculo do premiado autor Pedro Brício, que terá direção de Jefferson Miranda e Maria Padilha no elenco. A ideia é criar uma dramaturgia inédita inspirada no universo do russo Anton Tchekhov e mostrar as conexões com a sociedade atual. O projeto “A caminho do Jardim para Tchekhov”, que começa no dia 21, reúne um conjunto de quatro vídeos gravados nos últimos meses, que serão exibidos no canal do Youtube do projeto (https://bit.ly/3uDR3iB), mostrando os momentos de leituras de trechos da dramaturgia, depoimentos com convidados e profissionais envolvidos na peça e discussões sobre a importância da arte no nosso cotidiano. Entre os participantes deste estudo, estão a atriz Camila Amado, a diretora Celina Sodré, a médica Isadora Id Limongelli, o ator e tradutor russo, radicado em São Paulo, Vadim Nikitin, entre outros.

Museu Histórico Nacional apresenta Plano Anual para o ano de 2021

Fechado ao público há um ano por conta da pandemia em curso, o Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro (RJ), segue atuando em formato remoto e definiu seu Plano Anual para 2021, implementando um conjunto de ações que contemplam temas como preservação de acervo, exposição, publicações, seminário e outras novidades - a introdução do uso de tecnologia QR code em alguns espaços expositivos é uma delas. Idealizado e desenvolvido pela Associação de Amigos do Museu Histórico Nacional (AAMHN), o plano anual tem gestão da produtora cultural Artepadilla e patrocínio do Instituto Cultural Vale por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Com abertura prevista para o mês de outubro, a exposição “Terra à vista e pé na Lua” marca o início das comemorações dos 100 anos do Museu Histórico Nacional, a ser celebrado no próximo ano, propondo uma aventura humana rumo ao desconhecido, tendo como vértice o olhar visionário do artista Ziraldo - que completará 90 anos em outubro de 2022. "Mesmo considerando as dificuldades relacionadas com a pandemia que seguimos enfrentando, o MHN tem buscado desenvolver projetos que valorizem, ainda mais, o seu acervo, ao atender públicos tão diversos”, explica Vânia Bonellli, Diretora Interina.

Política nacional é o tema do Café com Lupi deste sábado

Ex-prefeito de Fortaleza (Ceará), Roberto Claudio estará neste sábado, dia 17, às 10h, junto com a atual prefeita de Japeri (Rio de Janeiro), Fernanda Ontiveros, no Café com Lupi. A política nacional será o tema do encontro. A transmissão da live com o presidente nacional do PDT será pelo youtube e pelo Facebook.

Filme de Bárbara Paz conquista dois prêmios no 47º Festival Sesc Melhores Filmes

“Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou”, recebeu dois prêmios no 47º Festival Sesc Melhores Filmes: Melhor Documentário pela crítica e Melhor Documentário pelo voto popular. Ainda contemplando o festival, o longa e será exibido gratuitamente na plataforma Sesc Digital por 24h a partir do sábado, dia 24, às 20h. O filme também foi selecionado para 37 º o Festival de Cinema Latino de Chicago. O documentário foi a indicação do Brasil ao Oscar 2021.

O longa é uma produção HB Filmes e produzido por Bárbara Paz. Foi selecionado para mais de 20 festivais internacionais e estreou mundialmente no Festival de Veneza de 2019, recebendo o prêmio de Melhor Documentário na Mostra Venice Classics no 76º Festival Internacional de Cinema de Veneza dado pela crítica Independente, além de diversas indicações em outros festivais internacionais. Foto: Mauricio Nahas

UNESCO apresenta pesquisa sobre impactos da pandemia no setor cultural e promove debate em evento virtual

Artistas, pesquisadores e autoridades se unem para debater os impactos da pandemia nos setores cultural e criativo no país durante o Webinar ResiliArt Brasil, que a UNESCO realiza hoje das 10h às 12h. O evento se insere nas celebrações do Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável da ONU (2021) e será transmitido pelo canal da UNESCO no Brasil no YouTube.  O encontro virtual será apresentado pela atriz e apresentadora Marina Person e terá como debatedores a cantora Margareth Menezes, o violinista Antônio Nóbrega, a cineasta Laís Bodanzky e o fundador da Central Única de Favelas (Cufa) e CEO da Favela Holding, Celso Athayde. Os artistas e profissionais de cultura irão dialogar sobre os desafios e as saídas para superação da crise, além de compartilhar experiências exitosas durante a pandemia. A abertura será feita pela Diretora e Representante da UNESCO no Brasil, Marlova Noleto, e pelo ex-ministro da Cultura do Chile e atual diretor-geral Adjunto de Cultura da UNESCO, Ernesto Ottone.

Pintor Carlos Bracher presta homenagem ao aniversário de 61 anos de Brasília

Dando continuidade à programação de lançamento do projeto Ateliê Casa Bracher, dia 21, aniversário de 61 anos da fundação da nossa capital federal, o pintor mineiro Carlos Bracher fará uma live em homenagem à Brasília, cidade para a qual já dedicou uma série com mais de 60 quadros. O processo também deu origem ao documentário “Âncoras ao Céu", dirigido por sua filha, a jornalista e documentarista, Blima Bracher, que será exibido no dia, seguido de bate-papo com Bracher e Silvestre Gorgulho (jornalista e ex-secretário de Estado de Cultura de Brasília). Todo o evento será transmitido pelos canais oficiais (youtube, facebook e instagram) do Ateliê Casa Bracher, a partir das 19h.   

Em suas telas, estão lugares emblemáticos como Congresso Nacional, Catedral de Brasília, Ponte Juscelino Kubitschek, Praça dos Três Poderes, Memorial JK, Esplanada dos Ministérios, Supremo Tribunal Federal e Embaixada da Itália. A série também traz 30 gravuras feitas, posteriormente, no Castelinho dos Bracher (Juiz de Fora). Parte dessas obras pode ser vistas no tour virtual do Ateliê Casa Bracher http://www.ateliecasabracher.com/ . Fotos: Sérgio Pereira da Silva