quinta-feira, 9 de maio de 2019

Christiane Torloni apresenta "Amazônia - O despertar da Florestania", seu primeiro filme como diretora

A pré-estreia do documentário "Amazônia - O despertar da Florestania", dirigido por Christiane Torloni e Miguel Przewodowski, movimentou o Espaço Itaú de Cinema Rio de Janeiro na noite de quarta-feira,  8. O filme, que entra em cartaz hoje nas principais cidades brasileiras, marca a estreia de Torloni como diretora de cinema. A partir do resgate de personagens históricos e depoimentos de representantes dos mais diversos segmentos, o documentário discute como a floresta amazônica e toda a questão ambiental têm sido tratados no Brasil desde o início do século XX. Essa confluência nos conduz ao conceito da florestania, o código genético de nossa identidade social. Recrutados pelos empresários e promoters, Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho, os cinéfilos marcaram presença na première. Confira nas fotos de Eny Miranda!











Peça "E se mudássemos de assunto" reabre o Teatro da UFF

“E se mudássemos de assunto?”, peça da premiada autora Renata Mizrahi, reúne dez cenas curtas que, em comum, têm como mote a incomunicabilidade nas relações – seja pela falta de atenção, de escuta, de disponibilidade para o outro e, indo mais fundo, a total  ausência de diálogo. A peça tem direção de Marcos França e, no elenco, cinco talentosos jovens atores egressos do Centro de Artes de Laranjeiras (CAL). A montagem lotou, no início do ano, o Parque das Ruínas e, mais recentemente, a Casa de Cultura Laura Alvim, ambos no Rio de Janeiro. E chega agora a Niterói, onde reabre o Teatro da UFF no dia 10 de maio, às 20h, cumprindo temporada até  o dia 26, de sexta a domingo.