quinta-feira, 23 de março de 2017

Campanha relembra a vida e obra de Chico Anysio

Hoje completa 5 anos que o humorista Chico Anyso morreu e para que sua obra nunca seja esquecida,  Malga di Paula, viúva do artista faz uma campanha pedindo aos amigos que cada um conte a uma criança a história de  vida e trabalho de Chico, e que publiquem em suas redes sociais foto e vídeo falando sobre ele.  "Prometi a ele que enquanto for viva vou trabalhar para que sua obra não seja esquecida", explica Malga. 
Chico Anysio foi um nordestino – cearense, nascido em 1931 na cidade de Maranguape. Começou a 
trabalhar com 15 anos. Trabalhou 65 anos entre o rádio e a televisão. Fez 209 personagens, cada um 
com voz e trejeitos diferentes, em uma época em que não havia efeitos especiais e nem grande tecnologia. O personagem que Chico mais gostava era o Professor Raimundo que ele representou na Escolinha por quase 50 anos. Era o programa que ele mais gostava porque ele podia dar oportunidade para muitas pessoas trabalharem. Além de Ator de comédia, ele também trabalhou em várias novelas, minisséries (como O Sítio do Pica- pau Amarelo) e filmes. Foi diretor de TV e teatro, escreveu mais de 20 livros, escreveu dezenas de peças de teatro e dezenas de filmes, compôs mais de 400 músicas, gravou discos como cantor (Baiano e os Novos Caetanos), pintou centenas de quadros, foi comentarista esportivo na TV e no rádio e fez dublagens de filmes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário