quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Além de profissão, Youtuber agora está oficialmente no dicionário

O termo Youtuber foi incluído oficialmente no dicionário, mas da língua inglesa. A expressão faz parte da nova atualização do Oxford English Dictionary, importante dicionário britânico. A palavra vinha sido usada para indicar o nome de alguém que publica conteúdo no Youtube, rede social de compartilhamento de vídeos.
Isso já era de se esperar, pois essa atividade se tornou uma profissão para diversas pessoas no mundo todo, inclusive no Brasil. Entre os mais conhecidos no país estão, Whindersson Nunes, kéfera Buchmann (que anunciou pausa no seu canal 5incominutos), Júlio Cocielo (do Canal Canalha), Lucas Lira (do Invento na Hora), esse último foi vencedor de um reality show do Canal Sony só com Youtubers. Há até canais que se tornaram programas de TV, como, por exemplo, o Porta dos Fundos.
 Além de ganhar notoriedade na web e proporcionar convites para outros projetos, o Youtube ainda paga por pageview, ou visualização. Mas o que move essas pessoas é mesmo o prazer de compartilhar a opinião. Esse fator é o que move Felipe Salazar, fundador do Fox Walker BR. O canal, criado em 2013 e que atualmente já conta com quase 200 mil inscritos, foca em trazer críticas interessantes de várias séries, filmes e games, apontando seus pontos positivos e negativos, com o objetivo de discutir de diversos ângulos essas produções com o público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário