terça-feira, 25 de agosto de 2015

Estúpido Cupido estreia com sucesso no Rio

A comédia musical Estúpido Cupido fez sessão de estreia para convidados no Imperator, subúrbio do Rio, onde esta em cartaz. Com texto de Flávio Marinho, direção de Gilberto Gawronski e Françoise Forton como protagonista, o espetáculo é pontuado por 20 músicas integradas a ação dramática. Hits que atravessam décadas de sucesso, dos anos 60 e 70 até os dias de hoje. As músicas são tocadas por uma banda ao vivo, composta por guitarra, bateria e baixo, que dá o clima do espetáculo. O palco e a plateia são remetidos à época através de canções como “Banho de Lua”, “Lacinhos cor de rosa”, “Tetê”, “Juntinhos”, “Broto Legal”, “Frankie”, entre outras.
“A novela Estúpido Cupido marcou minha vida. Tenho um carinho muito grande pela personagem. A Tetê da peça não é a mesma da teledramaturgia, tem o mesmo apelido, mas não é a mesma história. Em todas as festas que vou, o DJ toca Estúpido Cupido e alguém sempre fala da Maria Tereza”, conta Françoise Forton. No elenco, 11 atores, 5 escolhidos em testes, interpretam as personagens na década de 60, em flashback, e 6, a fase atual, 2015. “Tenho como referência os filmes que assistia na Sessão da Tarde, o clima histórico antes da Ditadura Militar e o início dos anos 60”, detalha Flávio. “A peça brinca com o universo dos anos 60 e brinca também com a relação do tempo, o ontem e o hoje. Uma peça que se passa na atualidade, resgatando a ingenuidade, num descompromisso que tínhamos. O compromisso maior dos anos 60 era de se apaixonar, aí entra a figura e ideia do Cupido”, finaliza  Gilberto. Fotos Cristina Granato



Nenhum comentário:

Postar um comentário