terça-feira, 12 de março de 2013

Unindo forças

A Associação Brasileira de Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais entregou,nesta segunda-feira, 11, um requerimento à Câmara pedindo a anulação da eleição do pastor Marco Feliciano para a presidência da Comissão de Direitos Humanos. A alegação jurídica é que o regimento da casa só permite reuniões a portas fechadas em situações excepcionais e convocadas por membros da própria Comissão. Quem decidiu pelo caráter reservado da eleição, segundo a ABGLT, foi o presidente da Câmara Henrique Alves. Hoje na reestreia do espetáculo Divinas Divas, no Teatro Rival, no centro do Rio, Jane Di Castro e elenco farão, também, um protesto contra Marco Feliciano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário