sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Pensando em 2014

Dois partidos já têm candidato declarado a presidente da República em 2014: o PT e o PMDB. "Dilma Rousseff e Michel Temer estão juntos, num trabalho aprovado pela população, não existe isso de sair para outro projeto. Se fosse para fazer isso, já teria que ter saído. Não há como chegar mais à frente e dar tchau". O raciocínio é do líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), candidato a presidente da Câmara no ano que vem.
Embora a Câmara esteja em recesso branco essa semana — apenas o Senado trabalhou a pleno vapor esta semana — , Alves não deixou de ir a Brasília, onde cuida da pré-campanha e de obras para seu estado. Nesta quinta-feira, por exemplo, foi à presidente Dilma  agradecer a ordem de serviço para um projeto de irrigação.  Mas, o entusiasmo de Henrique Eduardo Alves não se repete entre todos os petistas. “É uma boa ideia. É uma probabilidade, mas é cedo para discutirmos isso. Temos que atravessar 2013”, diz o deputado André Vargas (PT-PR).

Nenhum comentário:

Postar um comentário