terça-feira, 28 de agosto de 2012

Maconha: Consumo durante a adolescência tem um impacto na vida adulta

Um estudo feito na Nova Zelândia apontou, ao contrário do que muitos dizem, o efeito da maconha sobre o cérebro não é tão  manso assim. Um grupo de 1.037 crianças nascidas entre  1972 e 1973 foram acompanhadas e testadas  regularmente nos períodos em que completavam  5, 7, 9, 11, 13, 15, 18, 21, 26, 32 e 38 anos, e os resultados comprovam  a maior vulnerabilidade do cérebro a neurotoxicidade  cannabis jovem. Aos 38 anos, aqueles que começaram a usar maconha na adolescência de fato,  perderam alguns pontos de QI (quociente de inteligência).

Nenhum comentário:

Postar um comentário