segunda-feira, 28 de maio de 2012

Martelo batido

Decana  na assessoria de imprensa de artistas, políticos e personalidades da vida social, Romy di Vitti, depois de 2 anos da batalha judicial que moveu  contra o  ex-síndico do condomínio onde reside há 23 anos no Leme -  fato que ganhou o noticiário nas colunas de Joaquim Ferreira dos Santos,  Márcia Peltier , Lu Lacerda e Scarlet Moon de Chevalier , entre outras -  teve reconhecida na sexta-feira , 25 , vitória processual  ao cumprir intimação da juíza Márcia Capanema, do V Juizado Especial  Cível de Copacabana, para  assinar guia de   recebimento de indenização no valor de  5 mil reais , depositados judicialmente pelo réu Josimar Denes  que,  além  de renunciar ao cargo de administrador do condomínio, reconheceu através de seu advogado , de fato ter causado danos  morais à  agente de imprensa,  a quem insultou com ofensas graves, conforme noticiado por Ancelmo Gois  em sua coluna, depois que Romy reclamou por escrito  de festas promovidas pelo réu  no corredor comum do andar onde ambos residem .  Vítima e réu  partirão agora  para cumprimento de nova intimação, desta vez do Juizado Criminal do Leblon, onde norma de conduta do réu será trabalhada  pela mediadora Angela Barcelar e monitorada por Juiz daquele órgão . Romy  considera  o apoio e estímulo recebidos durante os processos  por parte de Luiz Mott,  da chefe de polícia Civil  do Rio, Martha  Rocha,  de Claudio Nascimento e Silva, dos direitos humanos do Estado e de Julio Moreira, presidente do 'Grupo Arco-Iris', simplesmente fundamentais: "não me deixaram desistir" – lembra .

3 comentários:

  1. Viva a noss a diva.....

    ResponderExcluir
  2. adorei Romy ,compartilhei mil bjsssss

    ResponderExcluir
  3. As pessoas precisam de respeitar umas as outras... Simplesmente isso... Parabéns a Rommy pela batalha vencida e tmb. é claro, aquelas que te ajudaram e incentivaram a "tocar o bonde". Pois sozinhos, não poderíamos realizar nada.

    ResponderExcluir